sexta-feira, 31 de maio de 2013

Chapeuzinho Amarelo - Chico Buarque e Ziraldo

Inspirada pelo post do blog Mamães em Redes resolvi fazer uma resenha dos livros que mais lemos aqui em casa.

Vou começar com a Chapeuzinho Amarelo por ter sido fonte inspiradora do aniversário do Nanni. Já falei desse livro aqui de forma resumida, mas como somos fãs dessa história vou contar melhor kkkk
 
"Era a Chapeuzinho Amarelo
Amarelda de medo (...)"
 

E assim começa a história de uma menina medrosa que por ter medo de tudo não brincava nem de amarelinha e nem dormia para não ter pesadelos.
 
"(...) mas o medo mais que medonho
era o medo do tal do Lobo (...)"
 
Como na maioria das vezes Chapeuzinho Amarelo, também, tem que enfrentar o seu maior medo quando depara-se com o Lobo.
 
"(...) Que era assim:
carão de Lobo,
olhão de Lobo,
jeitão de Lobo,
e principalmente um bocão (...)

Aqui a história começa ficar muito legal!!! Porque...

"(...) o mais engraçado é que quando
encontrou o Lobo foi perdendo
aquele medo do medo do Lobo.
(...) até que passou o medo
e ficou só com o Lobo (...)"

Ótima saída para nossa heroína! Mas, o Lobo não gostou ficou até

"(...) chateado, triste, murcho, branco azedo (...)"


E não deixou por menos e começou

"(...) a gritar aquele seu nome de Lobo
umas vinte e cinco vezes que era
pra ver se o medo ia voltando (...)"
 


E o autor tem uma saída de mestre para nossa Chapeuzinho medrosa, começa a brincar com as palavras, invertendo as ordens das sílabas e formando outros significados... Genial!!!!!!!!!

"(...) - Parado já! Assim, do jeito que você tá!
Mas parado assim do jeito que o Lobo
estava não era mais um LO-BO
era um BO-LO. (...)"
 


Não é assim que acaba a história, não!!! A Chapeuzinho consegue vencer seus medos e transformas todos os monstros em "trosmons".

Foi escrito de forma melodiosa, requintada com as ilustrações do Ziraldo. Vale muito apena ler e ter esse livro!!

Será que consegui passar minha paixão por essa história?

Bjs